Universidade do Minho  

             
 
  Autenticação/Login
 
homepage
mapa do site
informações
contactos
como chegar
email para webmaster
   
  imprimir
 
voltar 
  
Comendas
 

CÓDIGO DE REFERÊNCIA

PT/ADB/C

ENTIDADE DETENTORA

Arquivo Distrital de Braga

DATAS EXTREMAS

1494-1873

NÍVEL DE DESCRIÇÃO

Grupo de arquivos

DIMENSÃO E SUPORTE

142 unidades de instalação

HISTÓRIA ADMINISTRATIVA

Em 1514, D. Manuel criou as chamadas Comendas Novas inseridas na ordem de Cristo, com o rendimento de 20 mil cruzados impostos nas Igrejas do padroado, para incitar e premiar os serviços prestados em África na guerra contra os Mouros. Estas Comendas eram dadas a quem fosse servir e rei durante dois anos.

HISTÓRIA CUSTODIAL E ARQUIVÍSTICA

O conjunto documental em causa, terá sido depositado na Repartição de Finanças do distrito (onde se degradou bastante), juntamente com os livros e avulsos dos Institutos Religiosos. Após a criação do Arquivo Distrital de Braga, esta documentação foi aí integrada, não se sabendo, porém, ao certo as vicissitudes a que esteve sujeita até à mudança do A.D.B. para o Palácio Arquiepiscopal, em 1934. Uma vez aqui, também se desconhecem os pormenores relativos ao seu acondicionamento, pelo menos até 1954. Desde então até 1982, os livros e documentos avulsos das Ordens de Cristo e de Malta estiveram no depósito chamado Salão Paroquial, arrumados à mistura com os tombos dos Arcediagados, Colegiadas, Morgadios, mosteiros e Conventos.

A necessidade de ordenar a documentação das Comendas de Ordens Militares para fins práticos (passagem de certidões) como complemento dos livros notariais, levou a que se efectuasse o respectivo levantamento arquivístico. Dada a riqueza do conteúdo surgiu de pronto a ideia de fazer um catálogo, em vez de um mero inventário. Concluído aquele definiu-se a metodologia a seguir na difusão dos copiosos dados recolhidos: apresentar na íntegra e com um estudo crítico os da Comenda mais propícia para uma análise diacrónica ? a de Távora.

ÂMBITO E CONTEÚDO

O núcleo documental compõe-se de muitas das Comendas dadas por D. Manuel e ainda de seis pertencentes à ordem de S. João de Jerusalém, mais conhecidas por ordem de Malta. As Comendas constituídas em igrejas e mosteiros foram incorporadas no Cabido e no Fundo Monástico ? Conventual respectivamente.

Em relação à amplitude geografia, estas comendas estão situadas em diversas freguesias dos concelhos de Braga, Vila Verde, Viana do Castelo, Fafe, Arcos de Valdevez, Póvoa do Varzim, Ponte de Lima, Ponte da Barca, Amares, Barcelos, Guimarães, Melgaço, Cabeceiras de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Monção, Celorico de Basto, Terras de Bouro, Caminha e Tabuaço.

Em matéria de conteúdo, constituem-se por tombos, prazos, autos de posse, autos de administração, mapas e livros de foros, apegações, vedorias, arrendamentos, certidões, libelos, memórias dos Comendadores, contribuição e décima da comenda, e ainda documentos da Fazenda Nacional relacionados com as Comendas.

SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO

Organização funcional

INTRUMENTOS DE DESCRIÇÃO

LOUSÃ, Natália Gomes - Inventário das Comendas. Braga: Arquivo Distrital de Braga/Universidade do Minho, 1985.
Disponível para consulta na Sala de Leitura e na página da internet.

NOTA DO ARQUIVISTA

Descrição documental elaborada por Natália Gomes Lousã em 1985. Informatização de dados efectuada por Nuno Macieira em 2010. Descrição do fundo elaborada por Ana Sandra Meneses  tendo por base o instrumento de descrição referido em Instrumentos de Descrição.

REGRAS E CONVENÇÕES

DIRECÇÃO GERAL DE ARQUIVOS; PROGRAMA DE NORMALIZAÇÃO DA DESCRIÇÃO EM ARQUIVO; GRUPO DE TRABALHO DE NORMALIZAÇÃO DA DESCRIÇÃO EM ARQUIVO ? Orientações para a descrição arquivística. 2ª versão. Lisboa: DGARQ, 2007. ISBN 978-972-8107-91-8.

DATA DA DESCRIÇÃO

1985 e 2010

Inventário das Comendas

 

 
voltar 
 
  © 2019 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por ADB Símbolo de Acessibilidade na Web D.